9 pacotes para quem quer viajar a lazer e estudar

Pacotes que unem turismo e estudos são uma boa alternativa para quem quer aproveitar o tempo livre conciliando lazer com desenvolvimento profissional

Depois de um ano inteiro de muito trabalho, nada como tirar o passaporte da gaveta, arrumar as malas e seguir para um destino eleito para passar as férias.

Se no local escolhido para conhecer atrações turísticas e uma nova cultura houver a possibili­dade de adquirir uma bagagem extra que favoreça o lado profissional, por que não aproveitar? É o que cada vez mais gente tem percebido.

Segundo a Brazilian Educational & Language Travel Association (Belta), até o fim de 2013, 232 000 brasileiros terão viajado ao exterior para estudar, movimentando 1,3 bilhão de dólares.

Para efeito de comparação, há dez anos, não passavam de 42 000 as pessoas que embarcavam para fazer algum curso fora do país. Desse público, quase um terço opta por cursos com duração de até um mês, que podem ser feitos durante as férias. 

Foi essa a opção de Marciel Eder Costa, de 45 anos, gerente de auditoria e tributos da Hering, em Blumenau, Santa Catarina. Em maio, ele aproveitou as férias do trabalho para estudar inglês em Londres. Pela manhã, ele frequentava as aulas do curso. À tarde, aproveitava para visitar pontos turísticos e assistir a peças de teatro e musicais.

Não foi a primeira vez que Marciel conciliou turismo com estudos em uma viagem. Em 2012, ele fez parte de seu MBA em Cleveland, nos Estados Unidos, durante as férias. “A experiência de conhecer outra cultura e ainda ampliar o network com pessoas do mundo todo é simplesmente fantástica”, diz Marciel.

A publicitária Caroline Haddad, de 30 anos, de São Paulo, encontrou nos cursos de aperfeiçoamento oferecidos como cursos de verão ou de inverno um motivo a mais para levar caderno na mala de férias. Em julho, ela foi para Nova York acompa­nhada da irmã e aproveitou para fazer um curso de storytelling com duração de cinco dias na Universidade de Nova York.

Gostou tanto da experiência que se inscreveu em um segundo curso, de técnicas de entrevista para documentários. “Como ia ficar 20 dias por lá, pensei em fazer algo útil que somasse para minha profissão”, diz ela.

Se você também ficou com vontade de arrumar as malas, confira nas páginas desta reportagem uma seleção de pacotes de curta duração que podem ajudá-lo a conciliar, também, lazer com desenvolvimento profissional.

Inglês para executivos 

O programa da escola americana de treinamento de executivos, localizada no coração de Manhattan, prepara profissionais de diversas áreas para se comunicar no trabalho, recorrendo a estudos de caso e simulações de negociações, apresentações, telefonemas e atividades de escrita em inglês. Há também eventos de networking e palestras. O pacote não inclui hospedagem nem passagem aérea.

Onde:  Rennert’s English Courses, em Nova York, Estados Unidos

Duração:  uma semana

Investimento:  3 629 reais.

Quem leva:  Friends in the World — Viagens, Intercâmbio e Cursos no Exterior

Extensão em Gestão

A tradicional universidade americana, fundada em 1869, oferece em seu programa de extensão módulos sobre gestão nas áreas de recursos humanos, marketing, finanças, tecnologia e gerenciamento estratégico. O estudante pode fazer quantos módulos quiser. O pacote não inclui acomodação nem passagem aérea.

Onde: Universidade da Califórnia, em Riverside, nos Estados Unidos

Duração: duas semanas

Investimento: a partir de 4  240 reais*

Quem leva: Experimento Intercâmbio Cultural 

Inglês para advogados

As aulas visam melhorar a comunicação no contexto jurídico e focam a elaboração de contratos, estudos de casos judiciais, negociações e participação em reuniões. A escola fica no bairro de Holland Park Garden, perto de Notting Hill e Kensington. Inclui acomodação individual em casa de família, com meia pensão.

Onde: London School of English, em Londres, na Inglaterra

Duração: três semanas

Investimento: 10 727 reais*

Quem leva: Central de Intercâmbio

Visitas técnicas de gastronomia 

O roteiro, voltado para estudantes de gastronomia e chefs de cozinha, passa por Madri, Elciego, Bilbao, Fuente Dé, Tordesillas e San Sebastián e favorece o aprendizado prático. Além das visitas a badalados restaurantes e bares madrilenhos de tapas, há passeios por mercadões populares e oficinas em escolas de gastronomia, como a realizada na Escuela de Cocina del Chef Aingeru Etxebarría, de Bilbao. Os participantes também visitam uma fábrica de azeite de oliva, plantações de azeitonas e um museu temático de vinho.

Onde: Espanha 

Duração: nove dias

Investimento: 8 469 reais*

Quem levaCentral de Intercâmbio 

Visitas técnicas para arquitetos

O roteiro, que passa por Lisboa, Sintra, Cascais, Estoril, Arraiolos e Évora, inclui visitas a construções emblemáticas do ponto de vista arquitetônico, como a Fundação Champalimaud, um instituto de pesquisa científica projetado pelo arquiteto indiano Charles Correa, a plataforma integrada de transportes Estação Oriente, o Mosteiro dos Jerônimos, o Parque das Nações, a Ponte Vasco da Gama e o Oceanário de Lisboa.

Onde:  Portugal 

Duração:  uma semana

Investimento:  não divulgado

Quem leva: Central de Intercâmbio

Técnico Internacional em Administração de Negócios

Nesse curso, a reconhecida instituição canadense de ensino técnico profissionalizante prepara o aluno para o mercado de negócios. As aulas focam a preparação de apresentações e a execução de projetos e discutem temas globais relevantes para a área de administração de empresas. O pacote inclui acomodação em quarto individual em casa de família, com meia pensão.

Onde: Greystone College, em Vancouver, no Canadá
Duração: oito semanas
 
Investimento: 10 572 reais*
 
 
Espanhol + Business
 
O curso inclui 28 aulas de espanhol. O conteúdo se adapta aos interesses e às necessidades de cada turma e inclui termos usados nas áreas de administração, finanças e RH. A escola fica em um prédio perto da zona comercial e dos principais pontos históricos da capital chilena, como o Palácio de La Moneda, sede do governo, que abriga um centro cultural com exposições permanentes sobre o folclore do país.
 
Onde:  Escola Coined, em Santiago, no Chile
 
Duração:  duas semanas 

Investimento:  a partir de 2 292 reais*
 
 
Inglês para negócios internacionais 
 
O curso visa conferir desenvoltura em inglês no ambiente de trabalho. As atividades focam a aquisição de vocabulário em TI, finanças, marketing, vendas, negociação e comparações culturais. Podem ser marcadas visitas a empresas nas áreas de maior interesse. A acomodação é individual, em casa de família, com duas refeições diárias.
 
Onde: Tamwood Language School, em Vancouver, no Canadá
 
Duração: quatro semanas 
 
Investimento: 6 520 reais*
 
Quem leva: Global Study 
 
Visitas técnicas para profissionais de administração 
 
O programa começa em Berlim, com uma visita à aceleradora de startups Axel Springer e à fábrica de motocicletas da BMW. Em Amsterdã, a excursão passa pela Bolsa de Valores e pela empresa Tourist Save the World, que criou uma forma inovadora de fazer turismo.
 
Em Roterdã, os viajantes assistem a uma palestra sobre como montar um plano de negócios e criam um projeto com estudantes de uma escola de negócios ou com profissionais de uma empresa local. Em Bruxelas, a programação inclui uma visita à fábrica da Coca-Cola. Em Londres, o roteiro se encerra com um bate-papo com empreendedores locais e um seminário sobre criatividade e inovação.
 
Onde: o roteiro passa por Alemanha, Holanda, Bélgica e Inglaterra
 
Duração: 13 dias

Investimento: não informado
 
 
 
*Valores cotados em 26 de novembro de 2014 e sujeitos a alterações