78% dos gerentes adotam o home office, diz pesquisa

Possibilidade de ter mais qualidade de vida é uma das razões reveladas pelo estudo

São Paulo – A preocupação em garantir a retenção de talentos e oferecer melhor qualidade de vida aos funcionários são as principais razões apontadas por 72,7% das empresas ao adotarem o sistema home office, de acordo com pesquisa elaborada pela consultoria Hays.

A prática é mais comum para os profissionais que ocupam a posição de gerente, 78,4%. Em seguida, estão os cargos de coordenadores (56,7%), diretores (48,5%) e analistas (44,8%).

Das 475 companhias ouvidas, foi constatado que 31,2% permitem que o funcionário trabalhe de casa. Para 69,3% das empresas consultadas, os resultados entregues por funcionários adeptos ao sistema home office são semelhantes aos que trabalham na sede da companhia.

A pesquisa foi realizada na primeira quinzena de dezembro, a partir de formulários respondidos por empresas que são clientes da consultoria.