76% dos recrutadores de TI usam redes sociais para buscar novos talentos

Se você está procurando emprego em TI e ainda não foi chamado para nenhuma entrevista, é melhor aumentar sua presença nas redes sociais

Se você está procurando emprego em TI e ainda não foi chamado para nenhuma entrevista, é melhor aumentar sua presença nas redes sociais. Uma pesquisa feita pelo site de empregos norte-americano CareerBuilder revela que 76% dos recrutadores do setor de tecnologia consultam a internet para encontrar um novo talento.

Isso significa que quem está por fora do mundo online pode acabar perdendo uma boa oferta de trabalho, pois o estudo também aponta que mais de um terço (35%) dos recrutadores em geral desistem de entrevistar um candidato se eles não conseguem encontrar informações sobre o profissional na internet.

O levantamento faz parte da pesquisa anual do site sobre recrutamento pelas redes sociais e contou com a participação de mais de 2 mil recrutadores e gestores de RH.

Não é novidade que cada vez mais as empresas estão procurando novos talentos online. Segundo a pesquisa, 52% dos recrutadores em diversas áreas afirmaram que usam as redes sociais para saber mais sobre os candidatos.

E a tendência é que essa prática aumente ainda mais: em 2014 esse número era de 43%, enquanto em 2013 foi de 39%.

Entretanto, de nada adianta apenas garantir a presença nas redes. É preciso tomar muito cuidado com o que é publicado em seu perfil.

De acordo com a pesquisa, 48% dos gerentes de RH afirmam que já deixaram de contratar um candidato devido a conteúdos impróprios em sua página pessoal. Para 46% deles, o principal motivo para a desistência seria a publicação de fotos provocativas ou inapropriadas.

Comentários discriminatórios sobre raça, religião, gênero, entre outros, também podem custar o emprego de um profissional, de acordo com 29% dos recrutadores.

Em contrapartida, 32% dos gestores de RH afirmaram que a consulta nas redes sociais fez com que eles contratassem determinado candidato. Experiência de trabalhos anteriores (42%), perfil alinhado com a cultura da companhia (38%) e boas habilidades de comunicação (37%) podem ser pontos positivos para conquistar uma boa oportunidade de carreira.