7 verbos em inglês que exigem gerúndio

"Finished to read" ou "finished reading"? Rosangela Souza, sócia-diretora da Companhia de Idiomas, dá exemplos de quando o gerúndio é a forma obrigatória

* Texto escrito por Rosangela Souza, fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e da ProfCerto

É normal estranhar regras gramaticais muito diferentes das que temos em português. Parece que não faz sentido, não é?

Um bom exemplo disso é o uso de verbos no gerúndio ou infinitivo, após determinados verbos. 

Mas vamos começar do começo: você lembra o que são verbos no gerúndio e infinitivo? Vamos recordar?

O infinitivo e o gerúndio são as formas nominais do verbo, que não exprimem o tempo verbal. O significado deles só pode ser percebido pelo contexto. 

O infinitivo indica a ação, sem situá-la no tempo. Por exemplo: comer, brincar, trabalhar – ou, em inglês, to eat, to play e to work

Já o gerúndio, conhecido pela sua terminação em “–ndo” em português ou -ing em inglês , indica uma ação em andamento, um processo verbal ainda não finalizado. Por exemplo: comendo, brincando, trabalhando ou, em inglês, eating, playing e working.

Abaixo estão 7 verbos em inglês que exigem que o segundo verbo esteja no gerúndio (-ing).

To enjoy (gostar) – I enjoy reading magazines.

To avoid (evitar) – She avoided answering the question.

To finish (terminar) – He has finished cleaning.

To stop (parar) – I can´t stop listening to music. 

To miss (sentir falta) – I miss working with children.

To imagine (imaginar) – Can you imagine staying at home every day?

To admit
(admitir) – He admitted being guilty.

Há muitos outros verbos que devem ser acompanhados por verbos no gerúndio, como to consider, to risk e to deny.

Conhece outros? Se sim, compartilhe no espaço dos comentários!

 
Rosangela Souza é fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e da ProfCerto. Também é professora de Gestão de Pessoas e Estratégia no curso de Pós-Graduação ADM da Fundação Getulio Vargas.