5 séries viciantes da Netflix para quem quer ser um líder melhor

Eduardo Mendes, do Grupo Master Mind Brasil, indica séries com protagonistas que têm muito a ensinar sobre liderança tanto pelo exemplo ou pela falta dele

São Paulo –Aprende-se a ser líder fazendo cursos ou esse é um talento natural? Para Irene Azevedoh, diretora de transição de carreira da LHH, a liderança é nata, mas ela pode também ser desenvolvida.

A especialista explica que principais competências que um líder deve ter são, sim, apresentadas aos alunos de MBAs. São elas: empatia, agir da forma como fala e conseguir inspirar as pessoas. No entanto o desenvolvimento dessas características depende do esforço individual.

Mas não é só da sala de aula que partem bons insights sobre o tema.  Eduardo Mendes, sócio do Grupo Master Mind Brasil, especializado em treinamento de liderança e alto desempenho e comunicação, indicou cinco séries disponíveis na Netflix cujos protagonistas líderes ensinam pelo exemplo ou pela falta dele.

Prepare a pipoca e fique a atento a questões como poder de influência, oratória desenvolvida e meios para busca de resultados da equipe:

Dr. House

Ator Hugh Laurie Ator Hugh Laurie

Ator Hugh Laurie (Kevin Winter//Getty Images)

Para Eduardo Mendes, House é um exemplo do que não fazer em cargo de liderança.

Tecnicamente brilhante, o médico Gregory House peca pela sua inflexibilidade, mau humor, arrogância e falta de traquejo social.

Uma das regras mais importantes para um bom líder é ter inteligência emocional, de acordo com Mendes. Trata-se da a capacidade para desenvolver e reconhecer as próprias emoções e as dos outros.

Quanto mais hábil no relacionamento interpessoal mais motivação e comprometimento da equipe ele vai conseguir obter, segundo ele.

Grey’s Anatomy

Chandra-Wilson interpreta Miranda

Chandra-Wilson interpreta Miranda (Christopher Polk/Getty Images)

A chefe da área de cirurgia, Miranda Bailey, tem uma habilidade essencial para todo líder: sabe delegar funções para sua equipe quando percebe que alguém dao time pode desempenhar a atividade melhor do que ela.

A vantagem dessa característica é que ela permite a descentralização e dá maior autonomia aos subordinados para que eles obtenham êxito em suas atividades, segundo o especialista.

Mindhunter 

Série "Mindhunter", da Netflix Série “Mindhunter”, da Netflix

Série “Mindhunter”, da Netflix (Netflix/Reprodução)

O tópico chave aqui é poder da influência, o principal artifício utilizado pelos agentes do FBI Bill Tench e Holden Ford para interrogar assassinos. A série é baseada no livro de John E. Douglas (1996) e mostra como eles conseguem traçar um perfil de motivação de assassinos em série e psicopatas.

Saber influenciar pessoas é uma característica importante, pressupõe o entendimento do que se passa na cabeça do outro e isso melhora a comunicação.

Ajuda a passar uma ideia dentro da equipe ou para construir networking, segundo o sócio do Grupo Master Mind Brasil.

Breaking Bad 

Walter White, de Breaking Bad Walter White, de Breaking Bad (AMC/Reprodução)

Walter White, de Breaking Bad (AMC/Reprodução) (AMC/Reprodução)

É claro que as atividades ilícitas desenvolvidas por não são exemplo para ninguém, mas particularidades da história à parte, o que é interessante é a solução de problemas em cenários desafiadores.

Bons líderes enxergam oportunidades de crescimento e maturidade frente a problemas e desafios, que constantemente surgem. Saber resolver problemas é um diferencial de liderança e pode exigir uma dose extra de inteligência emocional para lidar com situações de pressão, na visão do especialista.

How to get away with murder 

Viola Davis é melhor atriz coadjuvante por "Cercas" no Oscar 2017

 (Frazer Harrison/Getty Images)

A advogada e professor Annalise Keating é uma líder rígida que sabe extrair o melhor de sua equipe. Eduardo Mendes lembra que há uma diferença entre gestão e liderança. Enquanto orçamento, metas e recursos são próprios da gestão, o foco do líder são as pessoas. Sua missão é organizar a equipe de forma a facilitar o alcance de resultados satisfatórios.

A série tem como protagonista Viola Davis, que interpreta a advogada e professora Annalise Keating. O perfil da personagem é a rigidez com que lidera sua equipe, mas, ao mesmo tempo, tem a capacidade de extrair o melhor de cada um. “Existe uma diferença entre gestão e liderança. O primeiro está relacionado com orçamento, metas, recursos. O líder lida com pessoas. Ele tem a função de unir o que há de melhor nelas para que elas possam alcançar os objetivos comuns. Liderança é deixar a equipe motivada e estimulada para ter desempenhos satisfatórios”.