5 destinos inusitados de intercâmbio que valem a pena

De Singapura a País de Gales, conheça lugares surpreendentes em que você pode viver uma experiência cultural valiosa para o seu currículo

São Paulo — Pense rápido: se você pudesse escolher um destino de intercâmbio para aprender inglês, qual seria a sua primeira opção?

Se você for como a maioria, provavelmente elegeria Canadá, Estados Unidos ou Austrália. Esses são os três países mais procurados na internet por brasileiros que querem fazer cursos no exterior, de acordo com um levantamento de maio de 2017 feito pela empresa de inteligência de dados BigData Corp.

Mas isso está mudando. Embora a preferência continue por países consagrados no imaginário do intercambista, certos destinos menos convencionais têm ganhado relevância por uma mistura de razões, explica Gabriel Passarelli, cofundador e diretor da agência Descubra o Mundo.

A primeira delas, claro, é econômica: com a crise, mais brasileiros têm procurado países cuja moeda local é mais fraca do que o real, e/ou com custo de vida baixo — pelo menos mais baixo do que o de cidades como Londres, Nova York ou Vancouver.

Outro motivo para fugir de lugares populares é evitar encontros com conterrâneos. “Não há tantos brasileiros em destinos pouco explorados, o que faz com que você tenha uma imersão mais profunda no idioma local, já que terá menos oportunidades de falar português”, explica Passarelli.

Ainda assim, destinos como África do Sul, Malta ou País de Gales ainda inspiram desconfiança e até preconceitos. Uma ideia comum é que um país menos conhecido não agregará tanto valor ao currículo quanto um lugar com mais status.

“O intercambista acha que o recrutador vai desmerecer um curso num país diferente, mas é bem o contrário”, diz Andrea Arakaki, diretora geral da Education First EF Brasil. “Na verdade, a escolha por um destino inusitado muitas vezes é vista como um indício de que o profissional é flexível e aberto ao novo”.

Outras vantagens (e desvantagens) dos destinos menos convencionais estão ligados às peculiaridades de cada um deles. Confira a seguir as principais características de 5 locais de estudo, selecionados e comentados por especialistas ouvidos por EXAME.com:

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Andréa Ferracini

    Falar inglês abre muitas portas de oportunidades profissionais, de viagens e de lazer! Quando buscamos o conhecimento de forma individual, como aprender inglês online, o resultado é multiplicado muitas e muitas vezes! Depois de muita pesquisa encontrei um site (http://alcanceafluencia.com/) que mostra como aprender inglês incrivelmente rápido! Ele fornece treinamentos sobre aprendizagem acelerada, Teste para Estilo de Aprendizagem, Estudos Gratuitos, Ebooks, Guias e Dicas para Aprender inglês com Música! Fantástico! O melhor que já vi!

  2. Ingês Gratuito

    Pra quem quer melhorar o inglês em países nativos vale muito a pena. É ótimo fazer um intercâmbio. http://www.inglesgratuito.com.br/

  3. Ingês Gratuito

    Pra quem quer melhorar o inglês em países nativos, vale muito a pena e o esforço pra fazer esses intercâmbio. http://www.inglesgratuito.com.br/

  4. Henrique Lisboa

    Oi! Singapore em português é escrito com C. Cingapura