4 formas de se despedir por escrito em inglês

Rosangela Souza, fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas, lista expressões formais e informais para se despedir por escrito em inglês

* Escrito por Rosangela Souza, fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e da ProfCerto

No dia a dia do trabalho, escrevemos muito. Nossos e-mails, whatsapps, mensagens de Skype e tantas outras formas de comunicação ficam registrados no computador ou no celular de outras pessoas.

Por isso, não queremos cometer erros que ficarão ali para sempre. Tampouco queremos soar agressivos, sérios demais, ultrapassados ou, pior, passar uma imagem de imaturidade profissional por excesso de informalidade.

Como garantir isso na sua comunicação em inglês?

Para ajudá-lo a se orientar, listamos aqui 14 maneiras de se despedir por e-mail na língua de Shakespeare. Veja a seguir:

1. Expressões muito informais: só use entre amigos

“XOXO”
A expressão significa “beijos e abraços”. É extremamente informal. Se o interlocutor não for seu amigo, é melhor evitar.

“Hugs”
Em português, é muito comum finalizarmos uma mensagem com “abraços”. Em inglês o uso dessa palavra é mais restrito. Em relações de negócios, não use.

“Love”
Só vale só entre íntimos. Em mensagens corporativas, não tem espaço.
 

2. Expressões neutras: pode usar à vontade

“Best”, “All best”, “All the best”
Todos esses temos bem comuns, porque não são nem muito formais nem excessivamente informais. 

“Regards”
Por seu tom equilibrado, é o mais usado.

“Looking forward”
Esta é uma despedida mais simpática, por demonstrar que você quer conhecer ou rever a pessoa. Dependendo do contexto, funciona bem.

3. Expressões formais: use quando o tom for sério

“Best regards”
Em comparação às expressões do item 2, transmite bem mais formalidade. 

“Best wishes”
Vale em ocasiões sérias. No entanto, é bom usar com parcimônia, porque pode lembrar cartões de Natal.

4. Expressões muito formais: melhor evitar 

“Yours Truly”, “Yours” , “Very Truly Yours”, “Sincerely”, “Sincerely Yours”
Já quase em desuso, essas expressões já parecem antigas. É melhor evitá-las num e-mail profissional.


Rosangela Souza é fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e da ProfCerto. Também é professora de técnicas de comunicação, gestão de pessoas e estratégia no curso de Pós-Graduação ADM da Fundação Getulio Vargas.