36 universidades do Brasil entraram no maior ranking educacional do mundo

Ranking dos mais prestigiados do mundo, publicado pela Times Higher Education traz uma boa notícia e duas ruins para as universidades brasileiras

São Paulo – Um dos rankings de universidades mais importantes do mundo, elaborado pela revista inglesa Times Higher Education (THE) acaba de ser publicado e, pela segunda vez seguida, a universidade Oxford foi considerada a melhor do mundo.

Nesta edição, foram ranqueadas 1.250 universidades de 36 países, o que faz da lista a mais competitiva até o momento, segundo a THE.

Para o Brasil, a boa notícia é que mais universidades estão presentes: 36 instituições brasileiras foram classificadas entre as 1.100 melhores do planeta.

A USP é a que leva a melhor classificação: está entre a 251 e a 300 posições. A posição, no entanto, não mudou de um ano para outro, embora a pontuação tenha tido ligeira melhora em itens como ambiente de ensino, impacto das citações e perspectiva internacional. O que pesou para a universidade foi a queda da pontuação de pesquisa, segundo informa a equipe da THE, em nota.

A Unicamp é a segunda melhor instituição, como no ano passado, e teve pontuação geral ligeiramente melhor, incluindo para o ambiente de ensino. Mas no que diz respeito às pesquisas, a nota da universidade também caiu.

A revista também destaca que sete universidades pioraram de posição de uma edição para outra e deixaram o top 1000.

Confira quais foram as 36 universidades brasileiras que entraram para a mais nova edição do ranking mundial de ensino superior da THE:

Nome da Instituição de Ensino Superior Posição no ranking global de 2019 Posição no ranking global de 2018
Universidade de São Paulo 251-300 251-300
Unicamp 401-500 401-500
Universidade Federal de Minas Gerais 601-800 601-800
Universidade Federal do Rio de Janeiro 601-800 601-800
Universidade Fderal do Rio Grande do Sul 601-800 601-800
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) 601-800 501-600
Pontifícia Universidade Católica do Tio de Janeiro (PUC-Rio) 601-800 601-800
Universidade de Brasília 801-1000 801-1000
Universidade Federal do ABC (UFABC) 801-1000 601-800
Universidade Federal da Bahia 801-1000 NR
Universidade Federal de Pelotas 801-1000 801-1000
Universidade Federal de Santa Catarina 801-1000 801-1000
Universidade Federal de São Carlos 801-1000 801-1000
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) 801-1000 801-1000
Universidade Estadual Paulista (UNESP) 801-1000 601-800
Universidade Estadual do Ceará 1001+ NR
Universidade Federal do Ceará (UFC) 1001+ 801-1000
Universidade Federal de Goiás 1001+ 1001+
Universidade Fderal de Itajubá 1001+ 601-800
Universidade Fderal de Lavras 1001+ 1001+
Universidade Federal do Pará 1001+ NR
Universidade Federal do Paraná (UFPR) 1001+ 1001+
Universidade Federal de Pernambuco 1001+ 801-1000
Universidade Fderal do Rio Grande do Norte (UFRN) 1001+ 801-1000
Universidade Federal de Santa Maria 1001+ 1001+
Universidade Tecnológica Federal do Paraná 1001+ NR
Universidade Federal de Uberlândia 1001+ NR
Universidade Federal de Viçosa 1001+ 1001+
Universidade Federal Fluminense 1001+ 1001+
Universidade Estadual de Londrina 1001+ 1001+
Pontifícia Universidade Católica do Paraná 1001+ 801-1000
Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) 1001+ 801-1000
Universidade do Vale do Rio dos Sinos 1001+ 1001+
Universidade Estadual de Maringá 1001+ 1001+
Universidade Estadual de Ponta Grossa 1001+ 801-1000
Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) 1001+ 1001+
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. José Eleutério Alves Neto

    Muito vago avaliar a Universidade
    Quem conhece a UF Viçosa sabe que ela tem os cursos ligados ao segmento Rural nas melhores posições do Brasil e do Mundo
    Agora quanto aos demais cursos
    A melhor maneira de se avaliar é por setores ou segmento de área de cada Universidade

  2. BUDEGUINHA POLÊMICO SHOW

    funciona ;Como eu descobri um antigo Método Caseiro que DESTRUIU MINHA EJACULAÇÃO PRECOCE em poucos dias, de forma totalmente natural.
    http://bit.ly/sempre_duro