10 dicas para fugir do estresse no trabalho

Aprenda como espantar o estresse cultivando hábitos mais saudáveis no ambiente de trabalho

Hoje em dia, qualquer coisa que chateie demais ou frustre nossas expectativas é classificada assim: estressante. Mas acredite: o estresse de verdade existe, e você poderá dar de frente com ele a qualquer momento.

A boa notícia é que esse mal só avança sobre quem não sabe lidar com ele. Pelo menos é o que dizem especialistas como o psicólogo americano Richard Carlson, autor da série de livros sobre comportamento “Não Faça Tempestade em Copo dÁgua”. Confira algumas dicas do doutor Carlson para prevenir o estresse no ambiente de trabalho:

1-Experimente parar tudo o que está fazendo agora

Só por 10 minutinhos… Essa é uma boa maneira de, bem no meio do furacão, ter a impressão de que a vida pode ficar mais devagar. Richard Carlson diz que quem faz isso tem a agradável sensação de que o dia pode ser um bocado mais fácil e menos… estressante.

2-Se você topar a brecada de 10 minutos, poderá, com o tempo, acrescentar uma nova velocidade para sua vida

No trabalho, geralmente usamos apenas o ritmo rápido e o mais rápido. Que tal, então, usar o ritmo normal?

3-Fuja da tentação de querer todo mundo concordando com você

Aí está um comportamento tipicamente… estressante. Tanto para quem quer impor uma opinião, como para o coitado do lado de lá. Já não basta seu chefe e o colega sabe-tudo querendo ter a primeira e a última palavra – ou, pior, querendo ter razão – o tempo todo?

4-Pare de reclamar dos seus prazos finais

Suas queixas consomem o tempo que você poderia estar usando na conclusão do relatório, na apresentação da solução a seu cliente ou no que mais você tenha para fazer. Na maioria das vezes, ficar lutando contra prazos apertados é perda de tempo.

5-Não se irrite com a burocracia

Alguns profissionais ficam à beira de um colapso só de ouvir essa palavra. Se esse é seu caso, faça o seguinte: fique longe da maluquice toda, depois de resolver seu problema. Ah, não esqueça de sugerir soluções para diminuir a burocracia, pois cedo ou tarde você precisará enfrentá-la de novo.

6-Elimine o hábito de fazer promessas que não vai cumprir

Ou: não dê tanta importância às promessas que seus colegas fazem durante o expediente. Em todo lugar se vêem colegas esbarrando uns nos outros, assumindo compromissos que dificilmente são levados a sério. O problema é que quem tem esse hábito se sente pressionado e sobrecarregado por ter tantos “compromissos” não realizados.

7-Não deixe as pessoas esperando

Essa tira qualquer um do sério! Claro, imprevistos acontecem. Mas certas coisas dependem só da gente. Nada é pior e mais estressante do que uma indecisão, a agonia de aguardar uma resposta, uma avaliação, uma opinião.

8-Pare de querer estar na praia, no cinema, com a cabeça em outro projeto…

É bem melhor se livrar desses pensamentos. No fim, eles eliminam o prazer daquilo que você está fazendo agora.

9-Tire suas folgas

Precisa dizer mais alguma coisa?

10-Lembre-se da história toda

A última quinta-feira pode ter sido péssima. Talvez toda a semana tenha sido um horror. É possível. Dias ruins existem. Mas será que, quando estamos reconstituindo um desses dias que já passaram, lembramos deles da maneira como realmente aconteceram? Pare um pouco para pensar sobre isso. Reclamar é contagioso. E quem vive se queixando o tempo todo corre o risco de atrair para si as queixas de colegas, vizinhos e parentes. E isso é o quê? É estressante, muito estressante…

Veja como está o seu estresse através do teste do Fundo do Coração (Funcor), entidade que promove a saúde da população brasileira (extraído do Internationa Stress Management Association): www.cardiol.br/sbc-funcor/cuide/teste/estresse/default.asp?CodSes=2.