Zika “não é um problema olímpico”, diz Eduardo Paes

O prefeito foi questionado pela BBC sobre zika e respondeu que "se as pessoas que vierem ao Rio tomarem as precauções óbvias não enfrentarão problemas"

Rio de Janeiro – O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, afirmou nesta sexta-feira, 29, que o zika vírus “não é um problema olímpico”, ao comentar o temor internacional relacionado ao Aedes aegypti, e a recomendação de alguns países para que se evite a viagem ao Brasil por esse motivo, em especial no caso de gestantes.

“Óbvio que a zika é um problema para nós, que moramos aqui, mas não para a Olimpíada. Em agosto, não há incidência do mosquito. Não vai prejudicar e a gente tem que ajudar nesses esclarecimentos. Para o carnaval os índices estão os mais baixos na cidade”, disse, em visita aos barracões das escolas de samba do Grupo Especial, na Cidade do Samba.

No local, a reportagem verificou a existência de alguns locais com acúmulo de água parada, que favorece a proliferação do Aedes.

O prefeito foi questionado pela emissora inglesa BBC sobre zika e respondeu que “se as pessoas que vierem ao Rio tomarem as precauções óbvias não enfrentarão problemas”.