Youssef nega pedido de Palocci para ajudar campanha de Dilma

O doleiro negou depoimento feito por Paulo Roberto Costa, que afirmou que ele tinha repassado R$ 2 milhões a Palocci para a campanha da presidente em 2010

São Paulo – O doleiro Alberto Youssef negou nesta segunda-feira, 11, conhecer o ex-ministro Antonio Palocci ou qualquer assessor dele.

Questionado por integrantes da CPI que estão em Curitiba para ouvi-lo, Youssef negou depoimento feito pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa, que afirmou que o doleiro tinha repassado R$ 2 milhões a Palocci para a campanha da presidente Dilma Rousseff em 2010.

“Não conheço Antonio Palocci. Ele nunca me fez nenhum pedido para que angariasse recurso para campanha de 2010 de Dilma Rousseff”, disse o doleiro aos deputados. Youssef disse que Paulo Roberto Costa não mente necessariamente, mas pode estar equivocado.

“Não digo que seja mentira, pode ser que outra pessoa tenha pedido esse recurso a ele e ele tenha viabilizado esse recurso através de outra pessoa”, disse reforçando que o suposto repasse não passou por ele.