Vítimas de homicídio aumentam 48% em outubro no estado de SP

De acordo com o boletim da Secretaria, a taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes em outubro se situou em 10,89

São Paulo – O número de vítimas de homicídio no estado de São Paulo em outubro deste ano se situou em 571, um aumento de 48% em relação às 385 mortes registradas no mesmo mês do ano passado.

O número de denúncias de homicídio doloso, quando há intenção de matar, ficou em 505 casos em outubro, dado que representa um aumento de 37,9% em comparação ao mesmo mês de 2011, de acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.

Este último dado é inferior ao número de vítimas devido ao fato de que em cada homicídio registrado podem morrer várias pessoas, detalhou à Agência Efe uma fonte oficial.

De acordo com o boletim da Secretaria, a taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes em outubro se situou em 10,89.

No período acumulado entre janeiro e outubro deste ano, 4.107 pessoas foram vítimas de homicídios no estado de São Paulo e o número de denúncias por esse delito alcançou as 3.834, 11,62% a mais que nos mesmos meses de 2011.

Só na cidade de São Paulo, onde o aumento da violência foi especialmente virulento, o número de vítimas de homicídio chegou a 176 em outubro, 114,6% a mais que as 82 do mesmo mês do ano passado.

O registro deste delito aumentou 92% em outubro na cidade de São Paulo ao alcançar 150 casos, frente aos 78 de 2011.

Nos últimos 20 anos a região havia experimentado uma grande redução das mortes violentas ao passar de 35,27 homicídios por cada 100 mil habitantes no final da década de 1990 para 10 por cada 100 mil em 2011.

No entanto, a queda da violência dos últimos anos se viu comprometida nas últimas semanas por conta da onda de violência que se espalhou por todo o estado.