Vídeo mostra intenso tiroteio na favela da Rocinha

Para ajudar no patrulhamento, o governador Luiz Fernando Pezão pediu reforço das Forças Armadas

São Paulo – A favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio de Janeiro, passou por um intenso tiroteio na manhã desta sexta-feira (22). Por volta das 10 horas, a prefeitura bloqueou a estrada Lagoa-Barra e fechou o túnel Rafael Mascarenhas, nos dois sentidos.

Neste momento, a Polícia faz operação no local com a participação do Batalhão de Choque. Para ajudar no patrulhamento, o governador Luiz Fernando Pezão pediu reforço das Forças Armadas.

A troca de tiros da manhã de hoje foi gravada da janela de um morador da favela. Veja o registro:

Confronto entre facções criminosas

Desde o final de semana, traficantes se enfrentam em uma disputa interna pelo controle dos pontos de venda de drogas na Rocinha, a maior favela do Rio, com mais de 150 mil moradores.

O confronto começou quando o traficante Antonio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, determinou de dentro da Penitenciária Federal de Porto Velho, em Rondônia, através de pessoas que o visitam, a retomada dos pontos de drogas na comunidade. Atualmente, a favela é dominada pelo traficante Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157.

Com isso, dezenas de homens fortemente armados invadiram a Rocinha na madrugada de sábado para domingo (17), em confronto entre as duas quadrilhas, quando três pessoas ligadas ao tráfico foram mortas e três moradores acabaram feridos por balas perdidas.