Veto a projeto que reduzia jornada de psicólogos é mantido

O Congresso manteve um veto da presidente Dilma que impediu a redução da jornada de trabalho dos psicólogos para 30 horas semanais

Brasília – O Congresso Nacional manteve um veto da presidente Dilma Rousseff que impediu a redução da jornada de trabalho dos psicólogos para 30 horas semanais.

Os parlamentares estão reunidos desde a manhã de hoje para analisar uma série de vetos presidenciais reunidos em nove projetos.

A maior parte deles já foi votada em bloco e aguarda a apuração do resultado, mas os deputados e senadores destacaram alguns dispositivos que serão debatidos e deliberados separadamente.

Entre eles, está o veto ao reajuste de 6,5% na tabela do imposto de renda.

Na justificativa do veto, o Poder Executivo alega que a diminuição da jornada proposta “impactaria o orçamento de entes públicos, notadamente municipais, com possível prejuízo à política de atendimento do Sistema Único de Saúde, podendo, ainda, elevar o custo também para o setor privado de saúde, com ônus ao usuário”.