Veja vídeo do bate-boca entre deputados na CPI da Petrobras

Deputados do PT e do PSOL discutiram com o presidente da CPI, Hugo Motta (PMDB-PB), por conta da criação de 4 sub-relatorias

São Paulo – A primeira sessão da CPI da Petrobras na Câmara dos Deputados começou tumultuada e com bate-boca entre deputados. 

A confusão começou quando o presidente da Comissão, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), anunciou que havia criado quatro sub-relatorias para investigar os crimes na estatal.

Os nomes dos deputados que comandarão estas novas sub-relatorias foram escolhidos por Motta sem submetê-los ao plenário, fato que gerou protestos de parte dos deputados presentes, principalmente do PT e PSOL.

Um dos mais exaltados era Edmilson Rodrigues (PSOL-PA), que chegou a se levantar e se dirigir à mesa para chamar o presidente da comissão de moleque diversas vezes.

“Eu quero aqui deixar bem claro que não admitirei desrespeito de vossa excelência. Quem manda aqui é o presidente, respeitando o regimento”, respondeu Motta, já bem exaltado. “Eu quero dizer a vossa excelência que eu não tenho medo de grito e que da terra onde eu venho homem não me grita”, disse o presidente da CPI.

As sub-relatorias serão comandadas pelos deputados Bruno Covas (PSDB-SP), Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), André Moura (PSC-SE) e Altineu Côrtes (PR-RJ).

Os petistas questionam a criação das sub-relatorias por entenderem que elas enfraquecem o trabalho do relator Luiz Sérgio (PT-RJ). Motta, no entanto, disse que as sub-relatorias foram criadas para descentralizar os trabalhos.

Veja abaixo o momento do bate-boca: