Veja quanto o seu deputado gastou da cota parlamentar no 1º semestre

Dados de uso do valor divididos por deputado, estado e partido foram compilados pelo Ranking dos Políticos

São Paulo – Você sabia que cada um dos 513 deputados brasileiros tem direito a um valor mensal para custear despesas referentes ao seu mandato?

Os dados referentes ao uso destes recursos no primeiro semestre foram compilados recentemente pela ferramenta Ranking dos Políticos.

As despesas que podem ser pagas com a cota são passagens aéreas e serviços de telefonia, correio, manutenção de escritórios de apoio, alimentação, hospedagem (exceto do parlamentar no Distrito Federal), locomoção, segurança, consultorias, divulgação, participação em eventos como palestras e complementação do auxílio-moradia (com um limite).

O valor da cota é diferente para o deputado de cada estado porque considera o preço das passagens aéreas de Brasília até a capital do estado pelo qual ele foi eleito.

A cota não pode ser usada com bens e serviços prestados por empresa ou entidade que o deputado (ou um parente seu até o terceiro grau) seja proprietário ou tenha participação, ou gastos eleitorais.

Há um valor extra de R$ 1.353,04 na cota do deputado que estiver nos cargos de líder ou vice-líder de partido político, de bloco parlamentar ou de comissão permanente, entre outros.

O valor é utilizado por sistema de reembolso e precisa gerar notas fiscais. Como os gabinetes têm um prazo de até 90 dias para prestar contas, alguns gastos podem ainda não estar computados.

Vale lembrar que o o gasto também pode superar 100% em alguns casos porque pode haver compensação em meses seguintes.

Veja o ranking por partido:

Por estado:

E por cada deputado individualmente: