Vamos ver o que escapa para mim desse balé, diz Ciro sobre alianças

Sobre necessidade de fazer alianças com partidos de diferentes ideologias, Ciro justificou "aceitar esse balé" pela necessidade de governabilidade se eleito

São Paulo – Após ver o bloco do Centrão fechar um acordo com o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) para a corrida presidencial, o pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, afirmou que ainda espera fechar alguma aliança com outros partidos.

“Vamos ver o que escapa para mim desse balé, é muito cedo ainda. Embora esteja na cara do gol, os partidos todos praticamente decidiram que vão tomar suas deliberações no último dia”, disse o presidenciável, nesta segunda-feira, 23, em entrevista à TV Record de Santa Catarina exibida pela emissora nas redes sociais.

Ao falar sobre a necessidade de fazer alianças com partidos de diferentes ideologias, Ciro justificou “aceitar esse balé” pela necessidade de garantir governabilidade se eleito. “Eu tenho que aceitar esse balé. Às vezes a população não entende, tem muita razão para isso. Quem quiser conversar, eu converso, porque estou olhando a eleição, mas eu tenho que olhar o dia seguinte”, disse o presidenciável, dizendo que não quer ser eleito “ditador do Brasil” e que um presidente é obrigado a conversar com diferentes partidos.