Rio vai adotar esquema de transporte igual ao do réveillon

Para atender peregrinos, RioÔnibus vai colocar toda a frota circulando nas ruas do Rio, inclusive de madrugada, período mais crítico

Rio de Janeiro – Com a finalidade de facilitar o deslocamento dos peregrinos durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e evitar que enfrentem problemas no retorno aos locais de hospedagens, como ocorreu na abertura oficial da JMJ ontem (23), na Praia de Copacabana, o Sindicato das Empresas de Ônibus da Cidade do Rio de Janeiro (RioÔnibus) vai colocar toda a frota circulando nas ruas do Rio, inclusive de madrugada, período mais crítico.

Para amanhã (25) e na sexta-feira (26), quando o papa Francisco participará de duas cerimônias na Praia de Copacabana, a prefeitura carioca organizou um esquema de trânsito, semelhante ao adotado no réveillon. Amanhã, o papa participará, às 18h, da Festa da Acolhida de Jovens e, no dia seguinte, no mesmo horário, da Via Sacra, na orla de Copacabana. Serão colocados cinco pontos especiais com embarque e desembarque de passageiros, para facilitar o deslocamento dos peregrinos.

A RioÔnibus também vai montar um esquema especial com os ônibus articulados BRT (bus rapid transit), na zona oeste. A partir das 23 horas de sexta-feira (26), as estações parador do BRT ligando o Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, ao Recreio dos Bandeirantes vão operar durante 24 horas.

Para a vigília de sábado (27) no Campus Fidei (Campo da Fé), e no domingo (28), para a celebração da missa, às 10 horas, com a presença do papa Francisco, o Expresso BRT Transoeste funcionará durante 24 horas até o Recreio dos Bandeirantes, onde fica a estação mais próxima para o peregrino seguir até o Campo da Fé. De lá, ele terá de percorrer a pé cerca de 13 quilômetros até o local das cerimônias religiosas. O esquema da RioÔnibus só será desmobilizado na segunda-feira (29), às 10h.