UPP já registra dois feridos em tiroteio na Rocinha, no Rio

"Policiais do grupamento aeromóvel seguem acompanhando a movimentação na reação", traz a nota

Rio – Equipes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) socorreram um homem na favela da Rocinha, na zona sul do Rio, onde, desde o início da manhã deste domingo, 17, um tiroteio entre traficantes assusta moradores. Segundo a assessoria de imprensa da UPP, há informações de outro baleado, “porém, os policiais ainda não conseguiram localizar o corpo”.

“Policiais do grupamento aeromóvel seguem acompanhando a movimentação na reação”, traz a nota, que não informa, porém, se há mortos.

O confronto entre traficantes começou no início da manhã. Por volta das 6h, a unidade da UPP na Via Ápia, um dos principais acessos à Rocinha, foi atacada, o que intensificou ainda mais o tiroteio, dessa vez, envolvendo também policiais militares, de acordo com a assessoria da UPP.

Nas redes sociais, moradores divulgam vídeos com cenas do confronto. A página do Facebook criada para alertar a população para áreas de riscos na cidade, a OTT (Onde Tem Tiroteio), mostra a movimentação de marginais (https://www.facebook.com/OTTRJ/videos/1513290062043713/). Na página Rocinha Alerta, internautas postaram cenas de moradores impedidos de subir a favela e retornas às suas casas (https://www.facebook.com/rocinhaalerta/videos/801241523387126/).