Um raio-x do roubo na cidade de São Paulo em 2015

Pedestres são as principais vítimas de ladrões na cidade de São Paulo e celulares, o objeto mais roubado. Veja outros números

São Paulo – Pelo quinto mês seguido, o número de roubos caiu na cidade de São Paulo. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do estado, foram registrados 12.396 casos em fevereiro deste ano – uma pequena queda de 6% em relação a janeiro.

As vítimas preferidas dos assaltantes são os pedestres e o alvos são sempre carteiras com documentos e, claro, os celulares. Em 2014, 167 mil aparelhos foram roubados na capital paulista. 

Veja a seguir alguns números que revelam como funcionam os roubos na cidade de São Paulo. 

Mais de 25 mil roubos em dois meses

Nos dois primeiros meses do ano já foram registrados 25.584 roubos, mil casos a menos do que foi registrado em janeiro e fevereiro do ano passado.

Celulares foram alvo de 15% dos roubos

Metade dos itens roubados em janeiro e fevereiro foram documentos pessoais: RG, CNH, CIC, cartão bancário e carteira do plano de saúde. Os celulares foram alvo de 15% dos roubos.

Por hora, 19 celulares são roubados em São Paulo 

Mais de 166,9 mil  celulares foram roubados em São Paulo em  2014. Isto representa 19 telefones levados por hora. De acordo com levantamento da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, obtido pelo G1, a zona oeste concentra o maior número de celulares roubados e furtados na capital paulista. 

Poucos casos são investigados

Maior parte dos roubos ocorridos em São Paulo em 2014 não foram investigados. Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, as dez delegacias que mais registraram roubos na cidade, apenas 3% dos casos foram investigados. Dos 4.639 roubos registrados no Campo Limpo no ano passado, bairro com a maior quantidade de roubos da capital, somente 1,6% dos casos tiveram inquéritos abertos.

Pedestres são as vítimas mais comuns

As principais vítimas de roubos nestes dois primeiros meses foram os pedestres – eles foram alvo de 51,5% das ocorrências. Em segundo lugar aparecem os roubos contra motoristas ou passageiros de veículos. 

Por semana, duas agências bancárias ou caixas eletrônicos são roubados na cidade

Os roubos a bancos representam apenas 0,14% do total. Em janeiro e fevereiro deste ano já foram registradas 17 ocorrências deste tipo. 

Latrocínios caíram quase 60% entre 2014 e 2015

Outro crime que diminuiu este ano foram os latrocínios (roubo seguido de morte). Em janeiro e fevereiro de 2014 foram registrados 27 casos. Já no mesmo período deste ano, o índice caiu para 17 ocorrências.

Quase 7 mil carros já foram roubados na cidade em 2015

A quantidade de casos de roubos de veículos caiu 24,7% na comparação com os dois primeiros meses de 2014. Neste ano, foram registrados 6.952 ocorrências.