Curtas – uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo

Um evangélico no STF; Merkel tem terceiro episódio de tremores; Latam levam slots da Avianca

Bolsonaro quer ministro “terrivelmente evangélico”

O presidente Jair Bolsonaro assumiu nesta quarta-feira, 10, o compromisso de indicar um ministro “terrivelmente evangélico” para uma das duas vagas a serem abertas no Supremo Tribunal Federal durante seu mandato. Bolsonaro firmou o compromisso durante o culto de Santa Ceia realizado pela Frente Parlamentar Evangélica na Câmara dos Deputados. “O Estado é laico, mas nós somos cristãos. Ou, para plagiar minha querida Damares: nós somos terrivelmente cristãos. E esse espírito deve estar presente em todos os Poderes. Por isso, meu compromisso. Poderei indicar dois ministros para o Supremo Tribunal Federal, um deles será terrivelmente evangélico”, disse o presidente, que foi aplaudido por parlamentares da frente religiosa. 

Câmara instala comissão especial da reforma tributária

A Câmara dos Deputados instalou na manhã desta quarta-feira,10, a comissão especial que vai analisar a proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma tributária. O texto, de autoria do deputado Baleia Rossi (MDB-SP) pretende unificar cinco impostos em um e simplificar o regime tributário brasileiro. O deputado Hildo Rocha (MDB-MA) foi eleito presidente da comissão. A relatoria ficou com o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). A comissão especial será composta por 43 titulares e o mesmo número de suplentes. O colegiado tem até 40 sessões do plenário, contadas a partir de sua formação, para aprovar um parecer. Por se tratar de mudança na constituição, a proposta precisa ser aprovada, em dois turnos, por, pelo menos, 308 dos 513 deputados (equivalente a três quintos). Só depois de aprovada em dois turnos na Câmara é que o texto vai para o Senado, assim como a tramitação da reforma da previdência. 

Bolsonaro afrouxa lei criada para proteger dados pessoais

Com vetos, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) sancionou a Lei 13.853 de 2019, que altera a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). A norma flexibiliza alguns pontos do texto e cria a Autoridade Nacional de Proteção de Dados. Entre os pontos vetados, estavam a previsão de punição a empresas que desrespeitarem a LGPD e a possibilidade de revisão, por um humano, de decisões tomadas por máquinas. A redação consolidada da LGPD define quais são os direitos das pessoas em relação aos seus dados, quem pode tratar essas informações e sob quais condições. Na mensagem de veto, o governo afirmou que as sanções geram insegurança aos responsáveis por essas informações, “bem como impossibilita a utilização e tratamento de bancos de dados essenciais a diversas atividades privadas, a exemplo das aproveitadas pelas instituições financeiras, podendo acarretar prejuízo à estabilidade do sistema financeiro nacional, bem como a entes públicos, com potencial de afetar a continuidade de serviços públicos.”

Inflação desacelera para 0,1% em junho

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, que mede a inflação oficial do país, ficou em 0,01% no mês de junho, a menor taxa do indicador para 2019, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística nesta quarta-feira, 10. A desaceleração em comparação a maio, quando registrou alta de 0,13%, foi puxada pelos preços dos transportes e dos alimentos, que caíram 0,31% e 0,25%, respectivamente. O índice acumula alta de 2,23% no ano e de 3,37% nos últimos 12 meses, seguindo abaixo da meta de 4,25% definida para 2019.

Gol e Latam levam slots da Avianca

A Gol arrematou nesta quarta-feira, 10, em um único lance, o Lote 1 de ativos da Avianca por 70 milhões de dólares, em leilão realizado em São Paulo. Essa UPI é composta por 20 voos de Guarulhos, 12 voos do Santos Dumont e 18 voos de Congonhas. Na sequência, a Latam levou o Lote 2, também em um único lance de 70 milhões de dólares, integrado por 26 voos de Guarulhos, 8 voos do Santos Dumont e 13 voos de Congonhas. Nenhuma companhia manifestou interesse na compra do lote 3 de slots. Apesar de o leilão ter acontecido, a Anac possui uma autorização da Justiça para redistribuir esses slots entre as companhias aéreas, o que pode fazer com que o resultado do certame seja contestado.

Embaixador do Reino Unido em Washington renuncia

O embaixador do Reino Unido em Washington, Kim Darroch, pediu demissão nesta quarta-feira, 10, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o rotulou de “estúpido” e “maluco” após a divulgação de mensagens confidenciais nas quais o diplomata britânico criticava o governo norte-americano. As mensagens foram publicadas por um jornal britânico, enfurecendo Trump, que lançou ataques pelo Twitter tanto contra o embaixador e a primeira-ministra britânica, Theresa May. “Desde o vazamento de documentos oficiais desta Embaixada houve muita especulação em torno de minha posição e da duração do meu mandato como embaixador. Quero pôr fim a essa especulação”, escreveu Darroch em sua carta de renúncia.

Trump ameaça colocar mais sanções contra Irã

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou por meio de sua conta no Twitter que irá elevar substancialmente as sanções contra o Irã em breve, aumentando a tensão entre os dois países que vêm trocando ameaças nos últimos meses. “As sanções serão elevadas em breve”, escreveu Trump referindo-se ao acordo nuclear firmado em 2015 que está sendo descumprido pelo governo iraniano. Já o embaixador do Irã, Kazim Gharib Abadi, disse nesta quarta-feira, 10, que todas as atividades nucleares do país são monitoradas pelo Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), que fiscaliza seu compromisso nuclear. “Não temos nada a esconder”, disse Kazim a repórteres depois de uma reunião de emergência convocada pelos Estados Unidos na AIEA. 

UE reduz projeção de crescimento e culpa guerra comercial

Em seu relatório trimestral sobre as perspectivas para a economia da Europa, a Comissão Europeia reduziu suas projeções para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro em 2020 de 1,5% para 1,4%, mas manteve as expectativas inalteradas para este ano em 1,2%. A Comissão advertiu que o crescimento econômico poderia ser ainda mais lento tanto neste ano quanto em 2020 se os Estados Unidos e a China impuserem tarifas adicionais a produtos um do outro. De acordo com o braço executivo da União Europeia, as crescentes tensões entre as duas maiores economias do globo levaram a uma desaceleração do comércio e da indústria, o que vem minando a expansão econômica da zona do euro desde o início de 2018.

Merkel tem terceiro episódio de tremores em menos de um mês

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, voltou a sofrer nesta quarta-feira, 10, um visível tremor corporal durante uma cerimônia oficial em Berlim. O estado de saúde da chefe de governo despertou preocupação e suscitou especulações. Nas imagens divulgadas pelas emissoras de televisão alemãs é possível ver a chanceler sofrendo um episódio de espasmos durante a execução do hino alemão na recepção com honras militares ao primeiro-ministro finlandês, Antti Rinne. Trata-se do terceiro episódio de espasmos que Merkel sofre em público em pouco mais de três semanas. Desta vez, ao contrário das duas anteriores, aparentemente a chanceler não tentou controlar os tremores. Após as imagens desta quarta gerarem novas especulações sobre sua saúde, a chanceler garantiu que não há motivos para preocupação. “Estou muito bem, não é preciso se preocupar”, assegurou.