Trump oficializa indicação do Brasil como aliado militar fora da Otan

Na prática, o status traz algumas facilidades para o país na aquisição de equipamentos e de tecnologia militares dos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, oficializou na noite desta quarta-feira, 31, a indicação do Brasil como aliado importante extra-Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Trump havia indicado que pretendia nomear o Brasil como aliado importante extra-Otan durante a visita do presidente Jair Bolsonaro a Washington, em março.

Em maio, a Casa Branca afirmou que a designação ocorreria em reconhecimento aos compromissos do governo brasileiro de aumentar a cooperação em defesa com os EUA e em reconhecimento ao interesse americano em aprofundar a coordenação de defesa com o Brasil.

Na prática, o status traz algumas facilidades para o País na aquisição de equipamentos e de tecnologia militares dos EUA. Outros 16 países também são designados como aliados importantes extra-Otan – caso da Austrália, da Coreia do Sul, do Japão e da Argentina. O Brasil é o primeiro país indicado por Trump a adquirir o status