Trump acusou o Brasil de “roubar” empregos dos EUA em 2015

Presidente eleito dos EUA afirmou no ano passado que os brasileiros estão entre os responsáveis pela "exportação de postos de trabalho" dos americanos

São Paulo — Donald Trump foi eleito nos Estados Unidos após uma agressiva campanha com declarações polêmicas contra imigrantes, muçulmanos, latinos, mulheres e outros grupos minoritários.

E nem mesmo o Brasil escapou das afirmações do republicano. Em 2015, quando ainda era candidato, Trump chegou a dizer que os brasileiros estão entre os estrangeiros que “roubam” empregos dos americanos.

Em entrevista à rede de televisão CBS, o magnata afirmou que o Brasil é um dos responsáveis pela “exportação de postos de trabalho” gerada pela abertura comercial americana, ao lado de China, Japão e Índia.

“Olhem a quantidade de desperdício, fraudes e abusos que temos, é incrível”, disse Trump na ocasião.

Em episódio anterior, ele já havia dito que o Brasil está na lista de países que se “aproveitam” dos EUA juntamente com México e China. Um dos pilares da campanha do candidato republicano foi o combate à imigração legal e empregos terceirizados nos EUA, fazendo inclusive declarações xenófobas.