Terceiro dia de greve da PM tem 17 mortos em Salvador

Os crimes ocorreram entre a meia-noite e as 7h da manhã de hoje; mais três aconteceram no primeiro e segundo dia de greve

Brasília – Na madrugada do terceiro dia da greve dos policiais militares da Bahia, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia registrou o assassinato de 14 homens e três mulheres em Salvador e região metropolitana. Houve, ainda, duas tentativas de homicídio e o roubo de um carro. Os crimes ocorreram entre a meia-noite e as 7h da manhã de hoje (3).

Quatro corpos foram encontrados na Avenida Jorge Amado, no Bairro de Pituaçu. Os demais foram recolhidos em diversas localidades: Vila Canária, Bairro Sete de Abril, Engomadeira, Jaguaripe, Bom Juá, Ipitanga e Baixa do Fiscal.

Desde o início da greve dos policiais, na quarta-feira (1º), foram registrados 20 homicídios na capital baiana. Hoje, 2,6 mil militares da Força Nacional e de unidades das Forças Armadas são devem chegar a Salvador para garantir a segurança da população. Pela manhã, já havia 1,2 mil militares atuando. Há ainda a possibilidade de que mais 4 mil militares de tropas da 10ª Região Militar, em Fortaleza (CE), sejam acionados para reforçar a segurança na Bahia.