Temporal deixa sete mortos e nove desaparecidos em Lajedinho

Duas horas de chuva foram suficientes para provocar inundações, destruir várias casas e deixar cerca de 100 pessoas desabrigadas

Rio de Janeiro, 8 dez (EFE).- Pelo menos sete pessoas morreram e outras nove estão desaparecidas depois que uma enchente provocada por um forte temporal que arrastou, na noite de sábado, 20 imóveis em Lajedinho, cidado do interior da Bahia, informaram neste domingo os bombeiros.

Uma intensa chuva de cerca de duas horas foi suficiente para provocar inundações, destruir várias casas e deixar cerca de 100 pessoas desabrigadas, segundo a Defesa Civil da Bahia.

Os bombeiros confirmaram ter resgatado sete corpos em Lajedinho, um município da Chapada Diamantina situado a cerca de 355 quilômetros de Salvador, e prosseguem com as buscas por nove pessoas que estão desaparecidas.

Entre as vítimas há uma criança de três anos e seis mulheres.

As águas também arrastaram veículos, deixaram um rastro de destruição e inundaram várias das ruas da população.

A Prefeitura, que ainda não calculou as perdas materiais, instalou provisoriamente os desabrigados em uma escola municipal.

‘Uma tromba d’água caiu entre as 23h e 1h da manhã’, afirmou o vice-governador da Bahia, Otto Alencar.

Segundo habitantes da cidade, por estar localizada em uma depressão no fundo de um vale, Lajedinho tem constantes problemas com as chuvas. EFE