Temer diz que reforma da Previdência não será tranquila

Presidente prevê que debate do projeto de reforma deverá ser intenso durante a tramitação no Congresso

O presidente Michel Temer admitiu, nesta quarta-feira, em entrevista a uma rádio de Minas Gerais, que a tramitação da reforma da Previdência não será tranquila, mas será amplamente discutida pelo Congresso.

“Vamos fazer uma coisa absorvível, que o povo possa absorver, que os políticos possam absorver”, disse Temer, acrescentando que a reforma da Previdência vai “igualar a todos”, incluindo as aposentadorias do setor público e privado e dos políticos.