Temer afirma ser indiferente à existência do foro privilegiado

Temer justificou contando que deputados pediram o fim do foro quando ele era presidente da Câmara

São Paulo – O presidente Michel Temer afirmou ser indiferente à existência do foro privilegiado para ocupantes de funções públicas.

“Para mim tanto faz. Vou contar um episódio: quando era presidente da Câmara, houve um pedido muito acentuado para que eu colocasse em votação um projeto que acabava com o foro privilegiado. Sabe pra que? Porque muitos estavam sendo processados no Supremo e queriam baixar isto para o foro inicial”, afirmou Temer, em entrevista ao SBT Brasil nesta segunda-feira (17).

Segundo o presidente, o objetivo dos políticos que o pressionavam à época era ser julgado em três instâncias, como qualquer cidadão – quando o julgamento ocorre no Supremo Tribunal Federal, há apenas uma instância.

“Em qualquer hipótese pode ser benéfico ou prejudicial para aquele eventualmente processado naquele instante. Pra mim tanto faz.”