STF se opõe a voto secreto para comissão sobre impeachment

A maioria dos ministros do Supremo se colocou contra a votação secreta na escolha dos integrantes da comissão especial que analisará o impeachment

Brasília – A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) se colocou contra a votação secreta na escolha dos integrantes da comissão especial que analisará o impeachment na Câmara dos Deputados.

A decisão pode implicar na anulação da eleição feita por voto secreto da comissão especial que analisará o impedimento da presidente Dilma Rousseff.

Mais informações em instantes