SP começa a cobrar estacionamento no Parque Villa-Lobos

Além do Villa-Lobos, o Parque Cândido Portinari também passará a cobrar para estacionar os veículos

São Paulo – O governo Geraldo Alckmin (PSDB) começou nesta segunda-feira, 6, a cobrar estacionamento em cinco bolsões nos Parques Villa-Lobos e Cândido Portinari, na zona oeste da capital paulista.

Segundo a Secretaria Estadual do Meio Ambiente, a cobrança é “uma forma de gerar receita aos parques, aumentar a segurança e melhorar o atendimento”.

De acordo com a tabela de preços, estacionamento de carro custa R$ 5 por até duas horas e R$ 10 por até 12 horas.

Para motocicletas, é cobrado metade desse valor. Já os ônibus devem pagar R$ 20 (até 2 horas) e R$ 30 (até 12 horas). “Os preços cobrados serão semelhantes aos da zona azul”, diz a pasta.

Segundo a secretaria, o estacionamento será monitorado 24 horas. “Além de garantir maior segurança e comodidade, o novo sistema garantirá vagas demarcadas para deficientes e idosos, vagas para ônibus e agilidade nos acessos nos finais de semana.”

De acordo com a secretaria, os usuários só foram avisados da cobrança por meio de “distribuição de material informativo” na estrada dos estacionamentos, neste último fim de semana.