Skaf é ‘mal orientado ou ingênuo’, diz tesoureiro do PT

As críticas do tesoureiro são feitas após Skaf afirmar e ratificar que o PT em São Paulo é inimigo do PMDB

Ribeirão Preto – O tesoureiro da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), Edinho Silva, ex-presidente do Diretório Estadual do PT de São Paulo, afirmou neste domingo, 27, que o candidato do PMDB ao governo paulista, Paulo Skaf, “ou é mal orientado ou é ingênuo” ao tentar descolar a sua imagem da petista.

As críticas de Edinho são feitas após Skaf afirmar e ratificar que o PT em São Paulo é inimigo do PMDB e relutar em subir no palanque de Dilma no Estado, apesar da aliança dos dois partidos em nível nacional. Segundo Edinho, a candidatura de Dilma independe da candidatura de Skaf em São Paulo e as candidaturas estaduais, como a do peemedebista, vão ter muita dificuldade de se viabilizar se caminharem descoladas da candidatura da presidente da República.

“(Skaf) Não pode achar que o quadro irá prosperar sem depender da candidatura da presidente”, afirmou o tesoureiro da campanha de Dilma. Na avaliação de Edinho, a tendência é que o candidato do PT ao governo paulista, Alexandre Padilha, cresça com o início do horário eleitoral gratuito e que, assim como ocorrerá nacionalmente, se torne um polo de conflito com o PSDB no debate eleitoral.