Simone Vasconcelos pede novo julgamento no mensalão

Na primeira fase de recursos, a pena de Simone foi mantida em 12 anos, sete meses e 20 dias

Brasília – A defesa da ex-diretora da empresa de publicidade SMP&B Simone Vasconcelos apresentou hoje (18) ao Supremo Tribunal Federal (STF) novo recurso na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

Na primeira fase de recursos, a pena de Simone foi mantida em 12 anos, sete meses e 20 dias por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Por meio dos embargos infringentes, Simone Vasconcelos pede novo julgamento nos crimes de lavagem de dinheiro e de evasão de divisas, por ter obtido quatro votos favoráveis a uma pena mais branda, na fase de fixação das penas.

Em setembro, o Supremo entendeu que os acusados que tiveram quatro votos pela absolvição têm direito a novo julgamento.

“Sendo o único caminho juridicamente possível no sentido de conceder à embargante uma édito [decisão] mais justo e em consonância com os princípios constitucionais que norteiam o direito penal, roga-se pelo reexame das penas privativas de liberdade e de multa fixadas para os crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas”, argumentou a defesa.

O prazo para apresentação na segunda fase de recursos termina na próxima segunda-feira (21). Até o momento, 12 réus recorreram.