Serra é intimado a depor no caso do cartel de SP, diz jornal

A Polícia Federal quer que ex-governador de São Paulo esclareça se ajudou empresas envolvidas no cartel

São Paulo –  O ex-governador de São Paulo José Serra foi intimidado pela Polícia Federal a depor no caso do cartel de trens que atuou no estado de 1998 a 2008.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a PF quer saber se Serra, durante seu mandato, ajudou as multinacionais CAF e Alstom em disputa contra a Siemens. 

Três das sete ocorrências que estão sendo investigadas sob a suspeita de cartel ocorreram entre 2007 e 2010, período em que Serra esteve à frente do governo do estado. 

O jornal diz que um e-mail datado de 2008 e o depoimento do executivo da Siemens, Nelson Branco Marchetti, dão a entender que houve pressão do então governador para que a empresa desistisse de um recurso judicial.

Tal recurso tinha o objetivo de impedir a conclusão de uma licitação da CPTM na qual a CAF tinha apresentado a melhor proposta. 

Serra será ouvido no dia 7 de outubro. Procurado por EXAME.com, o ex-governador ainda não se manifestou sobre o assunto.

À Folha, a assessoria de Serra disse que “vazamento desse inquérito neste período eleitoral revela motivação política para produzir artificialmente uma notícia” e que o procurador-geral de Justiça “reconheceu que Serra atuou de maneira a evitar qualquer cartel quando esteve no governo”.

Serra é candidato ao senado pelo PSDB