Serra comemora e cutuca PT lembrando do mensalão

Valores da "ação política ameaçavam sair de moda no Brasil, mas com o STF, eles estão voltando", comentou, em uma referência ao mensalão

São Paulo – Em seu discurso de comemoração após ter liderado o primeiro turno da disputa para a Prefeitura de São Paulo, o candidato do PSDB, José Serra, aproveitou para criticar indiretamente o PT, de seu adversário Fernando Haddad. Serra afirmou que a ação política é feita de valores e que “esses valores ameaçavam sair de moda no Brasil, mas com o STF, eles estão voltando”, comentou, em uma referência ao julgamento do caso do mensalão.

O coordenador da campanha de Serra, Edson Aparecido, comemorou a vitória no primeiro turno e disse que o trabalho começa “em meia hora”. “Nós não vamos perder um minuto, não vamos dormir uma noite”, afirmou.

Serra também destacou a necessidade planejamento para resolver os problemas da cidade. “O planejamento já saiu de moda no País como um todo, apesar de ainda se manter em alguns lugares. Em São Paulo, ele vai se renovar” disse, em uma cutucada indireta ao governo da presidente Dilma Rousseff.

O candidato ressaltou ainda a importância da parceria com o governo estadual tucano, que ocorre desde 2005 na cidade. “Nós já temos experiência e a cidade vai ganhar com essa parceria renovada.”

Durante seu discurso, Serra reiterou compromissos assumidos ao longo da campanha, com destaque para o transporte público, ensino técnico, saneamento e saúde. “Dá gosto fazer o bem, saber servir bem às pessoas, todos os carentes e necessitados da cidade vão poder contar comigo 24 horas por dia”, afirmou.