Sepultada a 242ª vítima do incêndio na boate Kiss

Mariane Wallau Vielmo, de 24 anos, morreu na madrugada de domingo, de infecções e pneumonia, depois de ficar 112 dias internada em um hospital de Porto Alegre

Porto Alegre – O corpo da estudante Mariane Wallau Vielmo, de 24 anos, foi sepultado nesta segunda-feira, 20, no Cemitério Santa Rita de Cássia, em Santa Maria. Ela é a 242ª vítima do incêndio da boate Kiss e morreu na madrugada de domingo, de infecções e pneumonia, depois de ficar 112 dias internada no Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

A jovem era natural de Santiago do Boqueirão (RS) e cursava Sistemas de Informação no Centro Universitário Fransciscano (Unifra).

A tragédia ocorreu durante uma festa promovida por estudantes no dia 27 de janeiro. O fogo provocado pela faísca de um show pirotécnico queimou a espuma de revestimento acústico gerando uma fumaça tóxica que matou 234 pessoas no mesmo dia e oito, em diversas datas posteriores, em hospitais.

Três estudantes e uma advogada, com idades entre 19 e 24 anos, ainda estão internados em hospitais de Porto Alegre para tratamentos de recuperação da pele.