Senai fornecerá cursos a recrutas das Forças Armadas

Os cursos serão gratuitos e a previsão de início das aulas é para março do ano que vem

Rio de Janeiro – Pelo menos 3 mil recrutas prestes a concluir o serviço militar obrigatório das três Forças Armadas no estado serão beneficiados com programas de qualificação profissional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-RJ), entre 2014 e 2016.

Os cursos serão gratuitos e a previsão de início das aulas é para março do ano que vem. As vagas oferecidas são para os cursos automotivo, alimentos, construção civil, informática, madeira e mobiliário, com previsão de entregar ao mercado mil alunos qualificados por ano.

O acordo foi assinado em Brasília, pelo ministro da Defesa, Celso Amorim, e o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira. O Senai coordenará e planejará os cursos, além de fornecer o material didático e uniformes. O Senai também avaliará e certificará os alunos, segundo os requisitos mínimos necessários à aprovação.

Para o presidente da Firjan essa qualificação ajudará os recrutas das Forças Armadas a construir um futuro após o fim do serviço militar. “Esse acordo representará, para muitos jovens que não forem absorvidos pelas Forças Armadas ao fim do serviço militar, a chance de construir uma vida mais digna”.

Os cursos terão carga horária de 160 horas. As aulas poderão ser oferecidas nas escolas do Senai ou nos quartéis das Forças Armadas. Uma equipe da Firjan verificará a disponibilidade que melhor atenda aos recrutas. Além das aulas, serão oferecidas oficinas preparadas especialmente para abrigar os cursos.

Os soldados que participarão dos cursos serão selecionados pelas Forças Armadas e por professores do Senai, considerando o interesse dos candidatos, a escolaridade mínima exigida e a disponibilidade dos cursos.