Senadores do PT recomendam suspensão de Delcídio da legenda

A nota recomenda ainda que seja aberto um processo para investigar o senador na “Comissão de Ética e Disciplina cabível”

A bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) no Senado divulgou nota nesta sexta-feira (4) em que recomenda à Comissão Executiva Nacional do partido, reunida extraordinariamente hoje, em São Paulo, a suspensão provisória do senador Delcídio do Amaral (MS) da legenda, “tendo em conta a gravidade dos fatos que redundaram na prisão do senador”.

A nota recomenda ainda que seja aberto um processo para investigar o senador na “Comissão de Ética e Disciplina cabível”.

Isso porque nesses casos parlamentares são investigados uma comissão do partido no estado de origem, no caso de Delcídio, Mato Grosso do Sul, mas diante da gravidade das denúncias há quem defenda que o caso vá para a comissão da Executiva Nacional.

Delcídio do Amaral está preso preventivamente, por tempo indeterminado, na Superintendência da Polícia Federal em Brasília, investigado de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. 

O senador foi gravado em conversa com o advogado e o filho do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Na gravação ele  sugeriu plano de fuga de Cerveró para a Espanha passando pelo Paraguai.

Além da situação de Delcídio do Amaral, na reunião em São Paulo a Executiva do PT também vai tratar do pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff.