Semana Nacional do Trânsito focará na proteção do pedestre

Somente no Distrito Federal, entre os meses de janeiro e julho deste ano foram registradas 76 mortes por atropelamento

Brasília – O cidadão será o foco da Semana Nacional do Trânsito deste ano que terá como tema “Cidade para as pessoas: proteção e prioridade ao pedestre”. Os números divulgados pelo Mapa da Violência de 2014 mostram que, em 2012, último ano com dados consolidados, 11.406 pedestres morreram em acidentes de trânsito, além de 1.930 ciclistas.

No Distrito Federal, entre os meses de janeiro e julho deste ano foram registradas 76 mortes por atropelamento. São duas mortes a mais no comparativo ao mesmo período do ano passado. “É importante dizer que esses números não necessariamente foram registrados em faixa de pedestre”, disse o diretor-geral do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) Rômulo de Castro Félix.

As ações de 2014 buscam conscientizar a população sobre a imprudência no trânsito e os riscos de acidentes. A campanha será encerrada no dia 25 de setembro. Focado nos públicos infantil e jovens, Detran preparou atividades lúdicas como oficinas de arte para crianças, jogos educativos, apresentação teatral e distribuição de material educativo. A expectativa do órgão é que, durante a semana, participem das atividades mais de 5 mil alunos de escolas públicas e particulares.

O diretor destacou o fato da campanha de 2014 ser voltada para o pedestre. “É importante que as ações sejam voltadas também para o pedestre porque ele é a parte mais frágil do trânsito e nosso código [de trânsito] preconiza que o maior cuida do menor em todos os aspectos. Então, o pedestre é parte prioritária”, disse. Segundo ele, importância das atividades com as crianças deve-se ao fato delas serem “os motoristas de amanhã e, também, ajudam fiscalizando os próprios pais”.