Resumo do dia: sem nova meta, convite de Temer à Lava Jato e mais

Não conseguiu acompanhar as notícias do dia? Confira o que aconteceu de mais importante

Governo adia o anúncio de novas metas fiscais

Fechar a meta fiscal está mais difícil do que se imaginava. O governo do presidente Michel Temer não anunciou as novas metas fiscais para 2017 e 2018 nesta segunda-feira, como estava previsto, por indefinições que persistem sobre receitas e despesas que vão compor o rombo primário. Ainda não há definição concreta sobre quando haverá o anúncio nem sobre o novo número do déficit.

_

Lava-Jato recebeu convite de Temer

O procurador Carlos Fernando dos Santos Lima revelou nesta segunda-feira que o ex-assessor especial de Michel Temer, Rodrigo Rocha Loures, convidou a força-tarefa da Operação Lava-Jato de Curitiba para encontrar o presidente no Palácio do Jaburu. Segundo o procurador, o convite ocorreu em 2016 durante um evento da Associação Nacional dos Procuradores da República, em Brasília. “Nós estávamos recebendo um prêmio em Brasília. Houve um emissário do presidente, que não era presidente ainda, que nos convidou no palácio. Nós acreditamos que não era conveniente, porque naquele momento não havia por que conversar com o presidente ou eventual presidente. Nós acreditávamos que esse tipo de reunião naquele momento não haveria uma repercussão positiva para a Lava-Jato”, afirmou. O convite aconteceu dois dias antes de o Senado decidir afastar a presidente Dilma Rousseff da Presidência e dar posse a Temer.

Dodge aceitou convite parecido

A proposta de encontro foi lembrada nesta segunda-feira pelo procurador Lima ao ser questionado sobre o que achou de Raquel Dodge, a nova procuradora-geral da República, ter se reunido com Temer no Palácio do Jaburu às 22 horas do último dia 8. A audiência não constava na agenda oficial da Presidência e ocorreu justamente no mesmo dia em que o peemedebista pediu a suspeição de Rodrigo Janot, atual procurador-geral, ao Supremo Tribunal Federal (STF). O procurador afirmou que não cabe a ele se pronunciar sobre o caso de Dodge, mas comentou não ser ideal encontros de servidores públicos fora da agenda. “Posso falar por nós. Tivemos uma situação semelhante e nos recusamos a comparecer”, afirmou. Segundo Lima, a nova procuradora-geral “será cobrada pelas consequências” da reunião com Temer. “Não há como fugir da responsabilização perante a sociedade.”

Santana e Moura em dificuldades

A defesa do casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura enviou ao juiz federal Sergio Moro, responsável pela Lava-Jato na primeira instância, um pedido para que sejam liberados os bens bloqueados na operação. O documento, assinado pelos advogados Beno Brandão, Alessi Brandão e Juliano Campelo Prestes, alega que o casal passa por dificuldades financeiras. Santana e Mônica foram responsáveis pelas campanhas que elegeram os petistas Luiz Inácio Lula da Silva (2006) e Dilma Rousseff (2010 e 2014) à Presidência. No processo movido contra o casal, Moro determinou o confisco de quase 22 milhões de reais de uma conta na Suíça. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), os marqueteiros receberam verbas ilícitas ao organizarem campanhas políticas no Brasil e no exterior.

_

O vaivém da gasolina

O valor médio da gasolina vendido nos postos brasileiros recuou em 18 estados e no Distrito Federal na semana passada. Os dados são da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Na média nacional, a queda foi de 0,13%, para 3,758 reais o litro. Em outros sete estados, incluindo São Paulo, o preço da gasolina subiu. Em Sergipe houve estabilidade sobre a semana anterior. Em São Paulo, maior consumidor do país, o litro da gasolina avançou 0,2% na semana passada, para 3,54 reais, em média. A maior alta na semana foi em Goiás, onde os preços da gasolina subiram 5,43%, para 4,07 reais. No Rio de Janeiro, a queda foi de 1,27%, para uma média de 4,127 reais.

__

Desembolso magro

O presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, disse nesta segunda-feira que, diante do quadro de baixa atividade econômica e pouca disposição das empresas em realizar investimentos, dificilmente os empréstimos do banco vão superar 65 bilhões de reais neste ano. “Em 2017, se o BNDES emprestar mais de 65 bilhões vai ser muito, porque a economia brasileira está anêmica”, comentou o economista. Pela manhã, o banco anunciou que os desembolsos no primeiro semestre deste ano foram de 33,5 bilhões de reais, uma queda de 17% em relação a igual período de 2016.

_

Coreia do Norte: sanções da China…

A Coreia do Norte vai sofrer sanção econômica da China, como consequência das ameaças nucleares das últimas semanas. De acordo com o governo chinês, o país deixará de importar uma lista de produtos, como ferro, chumbo e frutos do mar, produzidos na Coreia do Norte, a partir de amanhã. Uma análise publicada também nesta segunda-feira apontou que os mísseis utilizados pela Coreia do Norte podem ter sido produzidos em indústrias ucranianas, país que tem laços históricos com a Rússia (que pertenciam à antiga União Soviética). O estudo, baseado em análises de fotos das armas, pode explicar o rápido sucesso norte-coreano na produção bélica.

Charlottesville: Trump refaz seu discurso

Após duras críticas quanto ao seu primeiro discurso, Donald Trump condenou duramente grupos extremistas, como KKK, nazistas e racistas, após ataque em Charlottesville, que deixou três mortos e dezenas de feridos no fim de semana. Desta vez, o presidente dos Estados Unidos afirmou que o racismo é algo muito ruim e que todos os grupos que o incitam são repugnantes e vão contra tudo que o país defende. O presidente seguiu o conselho de seus assessores, preocupados com as críticas de figuras públicas e até de membros do partido do presidente. Keneth Frazier, chefe executivo da Merck & Co. (uma das maiores empresas farmacêuticas do mundo), renunciou ao cargo de conselheiro de produção nesta segunda-feira, alegando se tratar de uma ação contra a intolerância e o extremismo. Em sua volta das férias, Trump foi alvo de protestos em Nova York.

_

Novo recorde para bitcoin

A moeda virtual bitcoin bateu novo recorde e atingiu o valor de 4.200 dólares no início desta manhã. De acordo com Chris Burniske, especialista na cotação da moeda, um novo software permitiu o aumento no volume de transações. Além disso, para o especialista, há uma relação direta entre a valorização da moeda com as vezes que o termo “bitcoin” é procurado no Google. Segundo ele, as tendências do Google determinam o preço da bitcoin. Embora outras moedas criptografadas tenham surgido nos últimos meses, a bitcoin ainda lidera esse mercado. De acordo com o fundador do Twitter, Jack Dorsey, a bitcoin tem potencial para se tornar o novo termo a ser utilizado no cotidiano das pessoas.