Secretário-geral será escrivão do julgamento do impeachment

Já a secretária-geral da Corte Suprema, Fabiane Duarte, ganhará o cargo de assessora especial no Senado

Brasília – O secretário-geral da Mesa Diretora do Senado, Luiz Fernando Bandeira, será o escrivão do julgamento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Casa.

O nome dele vai ser oficializado na tarde desta quinta-feira, 12, junto com a transmissão da presidência do Senado para fins do julgamento ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

Já a secretária-geral da Corte Suprema, Fabiane Duarte, ganhará o cargo de assessora especial no Senado.

Lewandowski assumirá a presidência do Senado para julgar o impeachment em ato previsto para 16 horas desta quinta-feira.

Como mostrou a edição de hoje do jornal “O Estado de S. Paulo”, o presidente do Supremo gostaria de concluir o julgamento do impedimento de Dilma até setembro, antes de deixar o comando do STF. Se isso não ocorrer, quem assume a função é a ministra Cármen Lúcia, próxima presidente do STF.

Apesar disso, Lewandowski afirmou que não pulará etapas, a fim de garantir o direito de defesa da presidente.