Secretário-executivo do Ministério da Saúde assumirá pasta

Sexto ministro do PMDB a deixar o governo, Castro já havia decidido abandonar o cargo, mas decidiu entregar a carta de demissão hoje

Brasília – O secretário-executivo do Ministério da Saúde, José Agenor Alvares, assumirá a pasta após a saída do atual ministro, Marcelo Castro.

Sexto ministro do PMDB a deixar o governo, Castro já havia decidido abandonar o cargo, mas a decisão de entregar a carta de demissão ainda hoje à presidente Dilma Rousseff foi antecipada após o líder do partido na Câmara dos Deputados, Leonardo Picciani (RJ), afirmar à reportagem que o ministro deixaria o cargo antes da votação da admissibilidade do impeachment da presidente Dilma Rousseff pelo Senado, prevista para 11 de maio.

De acordo com o líder, a exoneração já deve ser publicada no Diário Oficial desta quinta-feira, 28. Antes de Castro, já deixaram o governo os ministros peemedebistas Henrique Eduardo Alves (Turismo), Helder Barbalho (Portos), Mauro Lopes (Aviação Civil), Eduardo Braga (Minas e Energia) e Pansera. Apenas Kátia Abreu (Agricultura) segue no cargo.