Secretário da Câmara protocola terceiro pedido de impeachment

O pedido é baseado na gravação que teria sido feita pelo empresário Joesly Batista, dono da JBS, e divulgada pelo jornao O Globo

Brasília – Terceiro-secretário da Câmara, o deputado João Henrique Holanda Caldas (PSB-AL), o JHC, protocolou na noite desta quarta-feira, 17, na Casa outro pedido de impeachment do presidente Michel Temer por crime de responsabilidade.

O pedido é baseado na gravação que teria sido feita pelo empresário Joesly Batista, dono da JBS, com Temer dando aval para “compra de silêncio” do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Mais cedo, o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) também tinha protocolado um pedido de impeachment com base na denúncia, divulgada mais cedo pelo jornal O Globo.

Na Câmara, já há atualmente outro pedido de impeachment contra o presidente aberto por ordem do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão do ministro é de abril do ano passado.

Desde então, a comissão especial que analisará esse primeiro pedido ainda não foi instalada na Casa. Isso porque líderes de partidos da base aliada resistem a indicar os deputados de suas bancadas para compor o colegiado.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Os comunistas entraram em alvoroço na crença de melarem as consequências da Lava-Jato sobre os inventores dos bilionários na JBS. Não é o Temer.

  2. Angela Santos

    Uma pergunta no ar: a dupla Batista so falou sobre o Temer? E o BNDES? O fato deles ficarem milionarios rapidamente e de serem os maiores doadores da campanha de Lula e de Dilma-Temer, contou tambem? Eu espero.