Saúde libera R$ 4,4 mi para atingidos por barragem em MG

Apoio: o repasse foi liberado para cidades com desabrigados e desalojados, risco de desabastecimento de água e a população dos municípios

Brasília – O Ministério da Saúde liberou o repasse de R$ 4,4 milhões para Estados e municípios afetados pelo rompimento da barragem de mineração em Mariana (MG).

Segundo Portaria publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 4, os recursos terão como finalidade a implementação de ações de contingência de vigilância sanitária.

De acordo com a portaria, o valor será repassado em parcela única, do Fundo Nacional de Saúde para os Fundos Estaduais e Municipais de Saúde.

O texto esclarece ainda que os critérios adotados para a distribuição do repasse foram a existência de desabrigados e desalojados, o risco de desabastecimento de água e a população dos municípios.

Serão contemplados com a liberação de recursos: o Estado do Espírito Santo e os municípios capixabas de Baixo Gandu, Colatina e Linhares; Minas Gerais e os municípios mineiros de Aimorés, Alpercata, Antonio Dias, Barra Longa, Belo Oriente, Conselheiro Pena, Coronel Fabriciano, Galileia, Governador Valadares, Ipaba, Ipatinga, Itueta, Mariana, Naque, Nova Era, Periquito, Ponte Nova, Resplendor, Rio Casca, Rio Doce, Santa Cruz do Escalvado, São José do Goiabal, São Pedro dos Ferros, Sem Peixe, Timóteo e Tumiritinga.