Saúde descarta possibilidade de ebola em paciente de Vitória

Navio vindo de Cabo Verde, na África Ocidental, fez uma parada de emergência no porto capixaba depois que um dos tripulantes passou mal

Brasília – O Ministério da Saúde informou que foi descartada a possibilidade de ebola em um paciente atendido na madrugada de hoje (2) no Porto de Vitória.

De acordo com a pasta, um navio vindo de Cabo Verde, na África Ocidental, fez uma parada de emergência no porto capixaba depois que um dos tripulantes passou mal.

O homem, de 47 anos, estava a bordo do navio Peter Faber, de bandeira francesa, e apresentava quadro diarreico há cinco dias, sem relato de febre e com dores abdominais.

“A tripulação foi orientada a desembarcar no Porto de Vitória para que o paciente recebesse atendimento médico”, informou em nota o ministério.

De acordo com a nota, o paciente desembarcou às 4h da madrugada e foi atendido pela equipe da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lotada no porto. “De imediato, e com bases nos sintomas, foi descartada a possibilidade de contaminação pelo vírus ebola”, diz a nota.

Ainda segundo o ministério, o homem foi encaminhado para uma unidade hospitalar, onde foram feitos todos os exames necessários, está hidratado, medicado e fora da crise.

Toda a operação foi acompanhada pelo Ministério da Defesa, e a situação do paciente foi monitorada pela equipe de vigilância epidemiológica do estado.

O Ministério da Saúde lembrou que Cabo Verde não apresenta casos identificados de ebola e ressaltou que, até o momento, o Brasil não registra casos suspeitos ou confirmados da doença. O risco de transmissão para o país, de acordo com o ministério, é considerado baixo.