São Paulo vai parar geração de energia de Ilha Solteira

A Companhia Energética de São Paulo (Cesp) vai acatar a decisão da Justiça Federal que determinou a suspensão na operação de geração de energia na usina

São Paulo – O governo de São Paulo vai paralisar a geração de energia na usina hidrelétrica de Ilha Solteira, a maior do estado e a terceira do país, a partir desta quinta-feira, 21.

Segundo o secretário estadual de Energia, Marco Antônio Miroz, a Companhia Energética de São Paulo (Cesp) vai acatar a decisão da Justiça Federal que determinou a suspensão na operação de geração de energia na usina.

Em liminar concedida a associações de criadores de peixes, o juiz federal Rafael Andrade de Margalho, da 1ª Vara Federal de Jales (SP), determina que a Cesp e o Operador Nacional do Sistema (ONS) deixem de gerar energia abaixo da quota mínima e não reduzam ainda mais o nível do reservatório da usina.

Segundo entidades de criadores de peixes, a hidrelétrica não cumpriu a legislação de proteção dos recursos naturais e uso das águas e, por isso, está em uma situação crítica por causa da estiagem, o que coloca em risco a piscicultura da região.