São Paulo registra, em agosto, o menor volume de chuva em 7 anos

Volume de chuva para mês de agosto é o menor desde 2012, quando foi registrado 0,3 milímetro de precipitação

O mês de agosto na capital paulista foi o mais seco dos últimos sete anos. De acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), no mês passado, foram registrados apenas 3,3 milímetros de precipitações, menos de 10% da média de referência, de 36 milímetros, ocorrida de 1981 a 2010. Foi o menor volume de chuva para um mês de agosto desde 2012, quando foi registrado 0,3 milímetro de precipitação.

As informações do Inmet mostram que, em agosto, ocorreram quatro dias com registro de chuva em São Paulo, número também abaixo da média climatológica, em torno de seis dias. A chuva do dia 3, de 2,4 milímetros em 24 horas, foi responsável pela maior parte do acumulado mensal.

De acordo com o Inmet, apesar do resultado abaixo da média em agosto, o ano ainda apresenta um acumulado de 232,5 milímetros acima da média climatológica, volume equiparável a um mês do período chuvoso.

Setembro

A primeira semana de setembro começou com chuva na capital paulista. Um sistema frontal sobre o litoral da Região Sudeste mantém o tempo instável em São Paulo, com registro de chuva desde domingo (1º).

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura de São Paulo, a quarta-feira (4) continuará com muita nebulosidade e chuvas intercaladas com períodos de melhoria no decorrer do dia.

Na quinta-feira (5), os ventos úmidos que sopram do oceano aumentam a sensação de frio, além de manter o céu com muita nebulosidade e favorecer a ocorrência de chuvas fracas e chuviscos ao longo do dia.