Sanches: Felipão está ‘apalavrado’ para assumir seleção

Técnico, que levou o Brasil ao penta na Copa de 2002, é considerado o grande favorito à sucessão de Mano Menezes

Rio de Janeiro – O técnico Luiz Felipe Scolari já estaria “apalavrado” para assumir o comando da seleção brasileira, declarou nesta segunda-feira o diretor de seleções da CBF, Andrés Sanches, que afirmou, ainda, que deve deixar o cargo.

“Eu ainda não conversei com o presidente (José Maria Marin), mas a tendência é eu sair. Pelo que eu sei, o Felipão está apalavrado. Soube de pessoas que têm credibilidade que ele está acertado”, revelou o ex-presidente do Corinthians no Rio de Janeiro, durante o Soccerex, feira de negócios do futebol.

Felipão, que levou o Brasil ao penta na Copa de 2002, é considerado o grande favorito à sucessão de Mano Menezes, demitido na última sexta-feira. Os outros nomes mais cotados são Tite, atual técnico do Corinthians e Muricy Ramalho, do Santos.

André Sanches foi o responsável por anunciar à imprensa a demissão de Mano, apesar de ele mesmo ter sido contra esta decisão. Ele declarou nesta segunda-feira que um dos aspectos que motivam sua intenção de deixar o cargo de diretor de seleções é o fato dele não fazer parte do processo de escolha do novo treinador.

“Eu estava satisfeito, mas depois dos últimos acontecimentos não estou mais. Eles querem colocar pessoas da confiança deles. Mas eu jamais pediria para sair sem falar com o presidente. Isso vai acontecer nos próximos dias”, justificou o dirigente.

Mais cedo, o presidente da CBF, José Maria Marin, praticamente havia descartado o nome do ex-técnico do Barcelona Josep Guardiola para comandar a seleção.

“Temos bons profissionais no Brasil e dificilmente teremos um estrangeiro. Vamos esperar o término do Brasileiro. O nome será divulgado no início de janeiro em coletiva na sede da CBF”, afirmou Marin.

“O novo técnico tem que ter o perfil vencedor para que possa chegar ao tão sonhado título em casa”, conmpletou o presidente da CBF