Sabesp aprova empréstimo de US$ 300 milhões do BID para despoluir Tietê

Contrato prevê carência de 6 anos, prazo de desembolso de 5 anos e meio, e prazo de amortização de 19 anos

São Paulo – Em reunião do conselho de administração realizada no último dia 10, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) aprovou a contratação de um financiamento de US$ 300 milhões junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Os recursos serão direcionados para a quarta etapa do programa de despoluição do rio Tietê.

O contrato prevê carência de 6 anos, prazo de desembolso de 5 anos e meio, e prazo de amortização de 19 anos. O prato total é de 25 anos. Os juros serão baseados na taxa Libor, e será paga uma comissão de crédito de até 0,75% sobre o saldo não desembolsado. Os pagamentos serão semestrais. A empresa terá que aplicar US$ 200 milhões no projeto em contrapartida, e a operação conta com a garantia da União.