Ruralistas pedem apoio em conflitos com índigenas na Bahia

De acordo com a senadora Katia Abreu, os índios ocuparam nos últimos dias 68 propriedades rurais no sul da Bahia

Brasília – A bancada ruralista do Senado pediu apoio do governo federal nesta quarta-feira, para que seja feita intervenção na disputa entre fazendeiros e índios, que resultou na ocupação de 11 propriedades no sul da Bahia.

A senadora Katia Abreu, presidente da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), reivindicou uma audiência com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, visando garantir segurança jurídica aos fazendeiros diante das ‘invasões’ dos índios da etnia Pataxó Hã Hã Hãe.

De acordo com Abreu, os índios ocuparam nos últimos dias 68 propriedades rurais no sul da Bahia. A senadora acusou os manifestantes de terem destruído plantações de eucalipto e de cacau.

Kátia Abreu afirmou que as reservas indígenas, onde vivem 125 mil pessoas, se estendem por aproximadamente 14% do território do país. Segundo afirmou a parlamentar o ‘problema’ dos indígenas não seria de caráter territorial, mas sim de ‘dignidade humana, educação e saúde’.

No mesmo debate, o senador Blairo Maggi, dono da maior produtora de soja do Brasil, criticou o que considera de excessos na concessão de terras aos índios. Isso, segundo o senador, ‘causou intranquilidade, antagonismos e guerra, onde antes havia paz’.

Os pataxós iniciaram as ocupações das fazendas no domingo passado, reivindicando que estas são terras de seus antepassados. Na década de 30, o governo brasileiro criou uma reserva indígena na região, contundo, governantes locais concederam títulos de propriedade destas terras a fazendeiros.

A região em disputa está situada no município de Pau Brasil, e tem aproximadamente 540 quilômetros quadrados. Os índios denominam o local como ‘Caramuru Paraguaçu’, segundo dados da Funai.

O conflito de terras chegou se arrasta a 30 anos no Supremo Tribunal Federal. Em 2008 o julgamento foi suspenso e depois de diversas tentativas de retomá-lo, ainda não há data para sua retomada.