Rodrigo Maia diz que governo não cumpriu papel de cortar despesas

Presidente da Câmara afirmou também que a Casa não vai apoiar o governo em nenhum tipo de aumento de impostos

Rio de Janeiro – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta sexta-feira que a mudança da meta fiscal deste ano será “muito ruim” e significa que o governo não conseguiu cumprir seu papel de cortar despesas.

Maia reiterou ainda, em palestra na Fundação Getulio Vargas, no Rio de Janeiro, que a Câmara não vai apoiar o governo em nenhum tipo de aumento de impostos, e disse que a crise envolvendo o presidente Michel Temer e o erro na expectativa de arrecadação geraram dificuldades para a aprovação da reforma da Previdência.

O deputado afirmou que, ainda assim, se mantém otimista para a aprovação da medida, que afirmou ser fundamental para resolver a situação do país.