Rodovias paulistas terão mais 425 radares

Os equipamentos, dos quais 111 serão do tipo lombada eletrônica, serão dispostos na malha rodoviária estadual não concedida à iniciativa privada

Sorocaba – Começam a ser instalados em outubro deste ano 425 novos radares fixos para fiscalização da velocidade nas rodovias do estado de São Paulo.

Os equipamentos, dos quais 111 serão do tipo lombada eletrônica, serão dispostos na malha rodoviária estadual não concedida à iniciativa privada.

Nas rodovias sob concessão, operam pouco mais de duzentos radares fixos.

De acordo com o secretário de Transportes e Logística do Estado, Clodoaldo Pelissioni, com o fim do julgamento dos recursos, a licitação aberta no início do ano pode ser homologada. Os equipamentos estão em processo de aferição pelo Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro).

“Foram muitos recursos, mas ganhamos todos e confirmamos a empresa que apresentou o menor preço para instalar e operar os radares.”

O Consórcio SVS, do grupo Splice, de Votorantim, venceu os concorrentes nos 14 lotes colocados em disputa.

Os equipamentos serão instalados em 144 trechos de estradas.

Segundo Pelissioni, a licitação foi precedida de um estudo que indicou os pontos críticos entre os 16,4 mil quilômetros de rodovias administrados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Duplicação

O secretário participou de assinatura de contrato para a retomada das obras do primeiro lote de duplicação da rodovia João Leme dos Santos (SP-364), na prefeitura de Sorocaba.

Os trabalhos estavam paralisados desde junho de 2014.

Pelissioni anunciou ainda um prolongamento de um quilômetro na marginal da Rodovia Raposo Tavares (SP270), em Sorocaba, e a construção de um viaduto para dar acesso ao novo hospital regional, em fase inicial de obras.